Facebook

Última Atualização do site:  

17/04/2024 16:51:31

Zmail
Cadastro Rural
ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
Visualizada 585 vezes
Conselho de Ética encerra sessão sem votar relatório sobre Cunha
Quarta-feira, 02 de dezembro de 2015
 
 

Após seis horas de sessão, o Conselho de Ética da Câmara encerrou a reunião desta terça-feira (1º) sem votar o parecer do deputado Fausto Pinato (PRB-SP) pela continuidade do processo que investiga o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), por suposta quebra de decoro parlamentar.

O presidente do colegiado, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), disse que retomará a análise do parecer nesta quarta-feira (2), às 14h30.

 

OPERAÇÃO LAVA JATO

PF investiga esquema de corrupção


 


 

Por volta das 20h30, com o início da sessão de votação do Congresso Nacional, o presidente do Conselho de Ética encerrou a sessão que havia começado às 14h40. O regimento interno do Congresso impede a deliberação em qualquer comissão da Câmara e do Senado durante as votações no plenário principal.

"Vencemos uma etapa e conseguimos avançar. Não conseguimos chegar ao final, mas tentamos, pelo menos, chegar bem à frente", avaliou o presidente do Conselho de Ética ao final da sessão.

A sessão do colegiado teve início às 14h40. Na tentativa de atrasar o início da votação do relatório preliminar, aliados de Eduardo Cunhafizeram várias manobras no plenário do Conselho de Ética.

Entre outras coisas, os parlamentares que defendem o mandato do presidência da Câmara apresentaram diversos questionamentos a José Carlos Araújo, que comandava a reunião. Além disso, mais de 20 deputados se inscreveram para discursar, cada um com direito a falar por 15 minutos.

Uma das estratégias de Cunha para preservar seu mandato parlamentar é tentar postergar ao máximo o andamento do processo por quebra de decoro proposto pela Rede e pelo PSOL.

O peemedebista também estaria pressionando o PT para firmar um acordo pelo qual os integrantes do partido no Conselho de Ética votariam pelo arquivamento das investigações e, em troca, Cunha não abriria nenhum processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Embora na semana passada tenham sinalizado que votariam pela continuidade do processo, os três deputados do PT que integram o Conselho de Ética – Valmir Prascidelli (PT-SP), Zé Geraldo (PT-PA) e Leo de Brito (PT-AC) – se reuniram na manhã desta terça para debater umaeventual mudança de posição diante do “cenário político” atual.

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De Segunda à Sexta das 8:00 às 11:30 e das 13:00 às 17:30

Rua Pref. José Buhrer Junior, 462 - Centro

Cep: 84430-000 - IMBITUVA - Paraná

(42) 3436-1639 - (42) 3436-1342

prefeitura@imbituva.pr.gov.br