Facebook

Última Atualização do site:  

17/01/2019 16:56:01

Zmail
Cadastro Rural
ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
Visualizada 4 vezes
Agroconsult vê safra de soja do Brasil menor diante de clima desfavorável
Sexta-feira, 11 de janeiro de 2019
 
 

A safra de soja 2018/19 do Brasil, já em colheita, deverá totalizar 117,6 milhões de toneladas, projetou nesta quinta-feira (10) a Agroconsult, em um corte ante a estimativa anterior, de 122,8 milhões, em razão da irregularidade climática há mais de um mês.

Produtores e representantes do setor já vinham cortando suas expectativas para a safra do maior exportador global da oleaginosa em virtude das temperaturas elevadas e chuvas abaixo da média.


Mais cedo nesta quinta-feira, foi a vez de a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) citar "danos irreversíveis" e reduzir sua estimativa para 118,8 milhões de toneladas.

"Tudo leva a crer que a safra recorde do ano passado não será repetida", afirmou o sócio-diretor da Agroconsult, André Pessôa, durante coletiva em São Paulo para apresentar o Rally da Safra 2019, expedição agrícola que percorrerá diversos estados do país nas próximas semanas avaliando as lavouras.

Em 2017/18, o Brasil produziu 119,3 milhões de toneladas de soja.

"Mais importante que a falta de chuvas foi o nível de temperatura extremamente alto alcançado em algumas regiões, o que encurtou o ciclo da soja, reduzindo o peso do grão", destacou Pessôa, acrescentando que só em Mato Grosso do Sul e Paraná as perdas somadas já chegam a 3,5 milhões de toneladas.

Dados do Agriculture Weather Dashboard, do Refinitiv Eikon, mostram que nos últimos dois meses choveu abaixo da média em diversos estados, desde Paraná e Mato Grosso do Sul, passando por Mato Grosso e Goiás até a fronteira agrícola do Matopiba, composta por Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Em Mato Grosso, líder nacional em produção de soja, há áreas com chuvas mais de 150 milímetros aquém do normal, como no sudeste do estado. No Paraná, o segundo maior produtor, os receios se voltam para a porção oeste, onde choveu até 88,3 milímetros a menos.

A falta de chuvas em bons volumes e altas temperaturas afetaram as lavouras em importante momento de desenvolvimento.

Para Pessôa, o viés segue de baixa para a safra de soja, já que ainda há riscos climáticos.

Ele explicou que as lavouras apresentaram enraizamento pouco profundo neste ano em algumas regiões em razão justamente de chuvas em bom volume na fase de plantio. Assim, quando as condições ficaram adversas, houve maior estresse sobre as plantas.

 

Milho
Para o milho, a Agroconsult estima uma safra total 2018/19 de 95,6 milhões de toneladas, divididas em 27 milhões na primeira, colhida no verão, e 68,6 milhões na segunda, a "safrinha", que fica para meados do ano.

Em 2017/18, a produção foi de 80,8 milhões de toneladas, sendo 26,8 milhões na primeira safra e 54 milhões na segunda – esta foi particularmente prejudicada por adversidades climáticas.

O sócio-diretor da Agroconsult disse que a área plantada com milho neste ano deverá aumentar 5,1%, para 17,4 milhões de hectares, com produtores de olho em uma esperada “janela ideal” para semeadura.

Fonte: Reuters

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De Segunda à Sexta das 8:00 às 11:30 e das 13:00 às 17:30

Rua Pref. José Buhrer Junior, 462 - Centro

Cep: 84430-000 - IMBITUVA - Paraná

(42) 3436-1233

prefeitura@imbituva.pr.gov.br