Facebook

Última Atualização do site:  

15/08/2022 15:29:32

Zmail
Cadastro Rural
ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
Visualizada 322 vezes
Homem mata quatro e comete suicídio durante missa na Catedral de Campinas
Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
 
 

Um homem matou quatro pessoas e deixou quatro feridas durante uma missa na Catedral Metropolitana, no Centro de Campinas (SP), na tarde de terça-feira (11), segundo o Samu, Bombeiros e Polícia Militar. O suspeito pelos disparos na igreja cometeu suicídio em seguida.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito teria entrado na Catedral com uma pistola e um revólver calibre 38, e se matado em frente ao altar após os crimes. Ele foi identificado pela Polícia Civil como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, com (CNH) registrada em Valinhos (SP).

A PM chegou a falar que o atirador havia matado cinco pessoas, mas depois corrigiu a informação. Entre os mortos estão: Sidnei Vitor Monteiro, de 39 anos, José Eudes Gonzaga Ferreira, de 68, Cristofer Gonçalves dos Santos, de 38, e Elpídio Alves Coutinho, de 67.

 

O que já se sabe sobre o ocorrido:


Uma missa havia começado às 12h15;
Um homem entrou armado na Catedral, por volta das 13h;
Ele sentou em um dos bancos da igreja e, ao final da celebração, disparou cerca de 20 tiros;
Ele matou quatro homens: Sidnei Vitor Monteiro, José Eudes Gonzaga, Cristofer Gonçalves dos Santos e Elpídio Alves Coutinho; e cometeu suicídio na sequência;
Quatro pessoas foram atingidas pelos disparos e ficaram feridas;
A motivação do crime é investigada pela polícia;
Os feridos foram levados ao Mário Gatti, Beneficência Portuguesa e HC da Unicamp;
Para a polícia, o atirador "executou um plano que tinha na cabeça";
O atirador foi identificado como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos - ele chegou a trabalhar no Ministério Público como auxiliar de promotoria, mas saiu do órgão em 2014
Segundo a Polícia Civil, o atirador fez tratamento de depressão, era recluso, morava com os pais, tinha um "perfil estranho" e não apresentava antecedentes criminais.
20 disparos
O delegado do 1º Distrito Policial, Hamilton Caviola Filho, viu imagens do circuito de segurança dentro da igreja no momento da ação. Ele estima pelo menos 20 disparos.

"Ele sentou a uns dez metros para a frente da porta. Ele não entrou atirando, primeiro ele senta em um banco", afirma. De acordo com o delegado, logo após a entrada do atirador, três pessoas sentaram no banco atrás dele e foram as primeiras a serem atingidas. Entre elas, uma morreu.

"Ele sentou a uns dez metros para a frente da porta. Ele não entrou atirando, primeiro ele senta em um banco", afirma. De acordo com o delegado, logo após a entrada do atirador, três pessoas sentaram no banco atrás dele e foram as primeiras a serem atingidas. Entre elas, uma morreu.

 

Os feridos


Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local, por volta das 13h20, para atender aos feridos. A informação inicial é de que Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, teve lesões em uma das mãos e tórax e foi socorrida ao Hospital Mário Gatti, mas está fora de risco.

Para o mesmo hospital municipal foi encaminhado Heleno Severo Alves, de 84, que foi atingido por dois disparos nas regiões do tórax e abdômen e já passou por cirurgia. O estado dele é grave.

Maria de Fátima Frazão Ferreira, de 68 anos, foi levada ao Hospital de Clínicas da Unicamp após ser baleada em uma das pernas. Ela já recebeu alta, segundo a unidade.

O quarto ferido é um homem, de 64 anos, que foi atingido por dois tiros de raspão e foi socorrido ao Hospital Beneficência Portuguesa. A assessoria informou à EPTV que ele já teve alta.

O entorno da Catedral Metropolitana foi isolado e câmeras de monitoramento da CimCamp registraram a movimentação na área.

 

Arquidiocese lamenta


A Arquidiocese de Campinas lamentou, em nota, a tragédia. Além disso, informou que haverá limpeza da igreja no período da noite e uma missa será realizada às 12h15 desta quarta-feira.

 

Prefeito se manifesta


Em nota, a administração municipal informou que está mobilizada para atendimentos e o prefeito, Jonas Donizette (PSB), ficou "estarrecido com o brutal crime e dedica orações às vítimas e famílias". O governo municipal decretou luto oficial de três dias, a partir desta terça-feira.

Fonte: G1

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De Segunda à Sexta das 8:00 às 11:30 e das 13:00 às 17:30

Rua Pref. José Buhrer Junior, 462 - Centro

Cep: 84430-000 - IMBITUVA - Paraná

(42) 3436-12 33

prefeitura@imbituva.pr.gov.br