Facebook

Última Atualização do site:  

15/08/2022 15:29:32

Zmail
Cadastro Rural
ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
Visualizada 642 vezes
Richa vai ao MEC, mas ocupações aumentam
Quarta-feira, 19 de outubro de 2016
 
 

Mais 135 escolas no Paraná foram ocupadas por estudantes nessa terça-feira (18), mesmo após a entrega, em Brasília, de um documento com sugestões estaduais sobre a reforma do ensino médio, proposta pelo governo federal. O ministro da Educação, Mendonça Filho, recebeu os pedidos do governador Beto Richa (PSDB), mas não fez nenhum comentário depois da reunião.

Richa voltou a criticar o movimento estudantil, que segundo ele está ligado a ‘partidos de esquerda’ e a ‘grupos radicais’. Ele ainda reafirmou que ‘não há motivos’ para as ocupações.

A consulta pública promovida pelo governo do Estado e entregue ao MEC ontem apontou que 85% foram contra realização da reforma através de Medida Provisória, como vem sendo feita. “É necessária uma modernização do ensino médio no país. A intenção é aprimorarmos a proposta”, disse Richa.

São 735 escolas ocupadas. O governo fala em 670. Agora a previsão é de que o ano letivo só termine em fevereiro.

O governo anunciou para esta quarta-feira (19) um encontro do secretário de Segurança, Wagner Mesquita com pais e alunos que são contra as ocupações. O secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, recebe os servidores estaduais em greve, que cobram reajuste salarial.

Sem irregularidades

Desde o começo dos protestos, o Conselho Tutelar em Curitiba vem visitando as escolas ocupadas. Segundo um dos coordenadores da Comissão de Educação, Jaber Geraldo Gonçalves Pinto, o único problema encontrado até agora foi a divulgação via rede social de uma foto de um adolescente fumando narguilê. “O que estamos percebendo é que o movimento estudantil está altamente organizado”, disse.

Os jovens têm autorizações por escrito dos pais para participarem. À noite, normalmente um responsável adulto fica nos locais.

Greve tem maior adesão

De acordo com o balanço da Seed (Secretaria Estadual da Educação) dessa terça, o números de escolas sob greve, mas funcionando parcialmente, passou de 285 para 310. Já o número de escolas totalmente fechadas caiu de 71 para 67. Com as outras 735 escolas ocupadas, o número de escolas afetadas, no total, passa de 1,1 mil – metade das 2.150 da rede estadual.

A APP divulgou que subiu de 50% para 65% a participação dos professores na greve. As novas negociações com o governo não avançaram. “Se a atitude do governo se mantiver, ela significará uma perda de 1,3 salário no próximo ano. Na prática, perdemos o nosso 13º, isto é dinheiro do nosso supermercado”, disse o presidente Hermes Leão.

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De Segunda à Sexta das 8:00 às 11:30 e das 13:00 às 17:30

Rua Pref. José Buhrer Junior, 462 - Centro

Cep: 84430-000 - IMBITUVA - Paraná

(42) 3436-12 33

prefeitura@imbituva.pr.gov.br