Facebook

Última Atualização do site:  

03/02/2023 16:16:31

Zmail
Cadastro Rural
ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
Visualizada 432 vezes
Dólar deve permanecer instável em semana decisiva para o impeachment
Segunda-feira, 28 de março de 2016
 
 

 PMDB, partido do vice-presidente Michel Temer, deve decidir nesta terça-feira (29) sobre a sua permanência na base aliada do governo da presidente Dilma Rousseff, o que pode ser decisivo para o processo de impeachment da presidente e para o cenário político brasileiro. Saiba como esta e outras notícias devem influenciar o mercado no boletim de abertura desta segunda-feira (28), com o superintendente regional de câmbio da SLW, João Paulo de Gracia Corrêa:

Na véspera de um feriado prolongado aqui e nos países do Ocidente, o dólar operou em alta praticamente todo o pregão da última quinta-feira. Abriu perto dos R$ 3,72, chamando exportadores para a venda da moeda, o que pressionou a taxa para baixo. A rejeição de todos os lotes do leilão de swap cambial reverso pelo BC acentuou ainda mais a queda da moeda americana. Ao final do pregão regular, com uma melhora no cenário externo, o dólar fechou praticamente estável, cotado em R$ 3,6810, avanço de 0,04%.

Os investidores locais devem ficar atentos ao cenário político esta semana, com a reunião do PMDB marcada para amanhã, quando decidirá se o partido desembarca ou não da base aliada. O Planalto já considera como certa a saída do partido do vice, Michel Temer, e corre conta o tempo para conseguir aliados. A presidente Dilma convocou uma reunião com seus principais ministros ontem à noite para discutir a situação, tendo em vista que o governo não tem os 171 votos para evitar o impeachment na Câmara e que também seria difícil barrar no Senado.

No exterior, o PIB americano, divulgado na sexta-feira foi de 1,4%, enquanto as previsões eram de 1%, o que fortalece as apostas de aumento de juros nos EUA na próxima reunião do FED em abril. No mercado de câmbio o dólar exibe direções divergentes ante as moedas fortes e emergentes. Aqui, com a probabilidade cada vez mais forte do impeachment da presidente Dilma se concretizar, o dólar deve abrir em queda. Entretanto para a semana a volatilidade deve estar presente nos pregões com as notícias políticas de Brasília, números da economia brasileira e dados do mercado de trabalho americano, que podem dar novas pistas sobre os juros americanos.

 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: De Segunda à Sexta das 8:00 às 11:30 e das 13:00 às 17:30

Rua Pref. José Buhrer Junior, 462 - Centro

Cep: 84430-000 - IMBITUVA - Paraná

(42) 3436-12 33

prefeitura@imbituva.pr.gov.br